7 Dicas para escolher a cadeira de escritório ideal

Escolher cadeira de escritório perfeita é muito mais do que uma questão de estética, na verdade é um assunto relacionado à saúde. A principal característica que ela deve ter é ser ergonômica e com uma qualidade superior, a fim de aumentar o tempo de vida útil.

Cadeiras que não tenham tamanho regulado de acordo com a estatura da pessoa ou com dimensões erradas prejudicam a coluna, braços, pernas e em casos mais graves, podem provocar o afastamento do funcionário das suas atividades. Vale ressaltar que o afastamento acaba gerando prejuízos para a empresa.

 

Como escolher cadeira de escritório apropriada?

Apesar de não ser algo fácil, é completamente possível escolher cadeira de escritório de qualidade e com bons preços. Você precisa analisar alguns fatores:

Regulagem da cadeira:

No mercado existem diversos modelos de cadeiras, como as conhecidas como “diretor”, cada uma das peças tem um sistema de regulagem própria, e cabe ao gestor decidir aquela mais adequada para os funcionários.

A cadeira presidente, por exemplo, tem uma regulagem conhecida como “relax”, na qual todo o encosto é reclinado, e a pressão ainda pode ser adaptada para cada pessoa. Dessa maneira, o movimento acaba sendo mais suave, ou não, isso vai depender do peso do usuário.

Já uma cadeira mais operacional pode contar com um sistema de “Assyncron”, no qual o posicionamento do encosto e do assento são independentes. Há modelos em que até mesmo o braço é regulável, algo muito importante para quem fica horas sentado em frente ao computador.

Ambiente de trabalho e perfil do profissional:

Esse pode ser considerado o primeiro passo na hora de escolher cadeira de escritório ideal. O ambiente de trabalho irá mostrar o espaço que se tem disponível, e as atividades exercidas pelo profissional será capaz de saber o que enquadra, ou não, no seu perfil.

Para se ter uma ideia, existem modelos de cadeiras desenvolvidos especialmente para profissionais operacionais como telemarketing, atendentes, etc., isso também influencia se ela deve ou não ter rodinhas.

Componentes de qualidade:

Todos os produtos disponíveis no mercado podem ser categorizados como bons ou não, e com as cadeiras de escritório não é diferente, ou seja, se preocupar com os componentes garante que aquele investimento foi o melhor a ser feito, evitando, assim, problemas no futuro.

Ser ergonômica:

A ergonomia na hora de escolher cadeira de escritório é primordial, pois ela interfere diretamente na saúde dos seus funcionários. Todas as regulagens da cadeira precisam ser pensadas para que o braço tenha um bom apoio, as costas se mantenham eretas, e as pernas confortáveis.

Um bom exemplo é o apoio dos antebraços, eles precisam estar completamente apoiados na cadeira, assim ao digitar, os punhos não irão ficar tensos.

Bom acabamento:

Por mais que ela precise ser confortável, é inegável que ao escolher cadeira de escritório é necessário que ela combine com a decoração da empresa, e que você goste do modelo, cor, etc., portanto, pensar nesses detalhes também é importante.

Valor:

O preço conta muito, pois se trata de um investimento, uma vez que são compradas diversas cadeiras, uma para cada funcionário. O ideal é que a pessoa responsável por essa compra busque tudo em um único local, muitas vezes o valor acaba sendo de atacado, ou seja, muito mais proveitoso.

Teste:

Quer saber se realmente fez uma boa escolha? Faça um teste na hora de escolher cadeira de escritório. Lembre-se que muito provavelmente você irá passar boa parte do dia nela, o que significa que você poderá fazer o seu trabalho com total qualidade. Para saber mais, acesse Prodis.