Como escolher uma cadeira ergométrica ideal para sua necessidade

Escolher a cadeira ergonômica ideal demanda atenção, principalmente por conta da sua importância para a realização do trabalho dentro do escritório. Independentemente se o seu local de trabalho é doméstico ou dentro de uma empresa, a busca por uma cadeira confortável torna-se ainda mais relevante quando as tarefas que realiza demandam que fique muitas horas sentada/o.

Importância da cadeira ergométrica ideal

Quando se trabalha muitas horas sentado, o sedentarismo aumenta e o corpo começa a assumir diversas posições no intuito de se adaptar melhor ao local. Essa variação de posições, com o tempo, começa a deixar sequelas que podem ser desde simples dores musculares até problemas de saúde mais graves. Inclusive, os movimentos repetitivos e a conduta ergonômica errada podem ocasionar sores e problemas bastante limitantes. Por esta razão, é importante saber como escolher uma boa cadeira ergométrica.

Este item de escritório ajudará a aliviar ou evitar as consequências relacionadas a ficar sentada(o) por muito tempo. Essas cadeiras são desenhadas especialmente para que o corpo adote melhores posições, otimizando assim o seu rendimento e cuidando da saúde.

Como escolher a cadeira ergométrica considerando as suas preferências?

Para escolher uma boa cadeira ergométrica é preciso prestar atenção aos seguintes fatores:

  • Assento

O assento da cadeira ergométrica ideal deve ter uma largura superior ao quadril do usuário. É importante escolher uma alternativa cujo assento seja 2 ou 3 centímetros mais amplo que o quadril do usuário em cada lado.

A maior parte das cadeiras com design adequado possui uma curva para baixo na parte dianteira do assento, isto evita a pressão na parte posterior dos joelhos. Uma boa cadeira deve ter um assento moldado que se adapte rapidamente às curvas do corpo da pessoa. Isso favorece a distribuição equilibrada do peso corporal.

  • Encosto

O mais importante é assegurar que o encosto seja adaptável e tenha possibilidade de alterar a sua curvatura. É importante que este encosto seja devidamente adaptado às suas características físicas, assim, consiga um perfeito ajuste à curvatura natural das costas. Além disso, é relevante garantir que o encosto proporcione um apoio extenso e confortável para a coluna.

  • Modificação das alturas

Regular a altura de uma cadeira ergométrica deve garantir que o usuário ficará com os joelhos nivelados, com as coxas na horizontal e permite que os seus pés estejam bem apoiados no chão. O mecanismo de regulagem de altura deve ser cômodo de alcançar e ser usado enquanto a pessoa está sentada. As melhores cadeiras contam com sistemas pneumáticos ou mecânicos.

  • Apoio para os braços

Escolha uma cadeira ergométrica que conte com apoio para os cotovelos e deixe os braços relaxados ao lado no corpo. A posição desses apoios deve assegurar que o braço faça um ângulo de 90° com o antebraço horizontal, assim, conserva-se uma linha reta entre antebraço, pulso e mão. A separação entre ambos apoios, esquerdo e direito, deve ser a suficiente para permitir que a pessoa fique em pé e se sente na cadeira.

No que se refere aos apoios, é importante prestar atenção em questões menores como o material com o qual são fabricados, as bordas, o comprimento.

  • Rodas

As rodas são facilitadoras de movimentos. Elas devem ser resistentes e feitas de material forte. Elas estão localizadas na base do assento. A cadeira ergométrica ideal conta com cinco pontos de apoio, isto é, cinco rodas, o que permite o fácil deslize no solo. Além disso, rodas são fundamentais para que a cadeira possa girar livremente.

A busca pela cadeira ergométrica ideal requer paciência e testes. Por isso é recomendado buscar opções de ótima qualidade e prestar atenção em todos os pontos citados acima.

Precisa de mais ajuda para comprar uma cadeira ergométrica? Conte conosco. Entre em contato e tire todas as suas dúvidas.