MDP ou MDF qual o melhor para móveis de escritório?

Encontrar móveis para escritório de qualidade e com design diferenciado, nem sempre é uma tarefa fácil. Isso deve-se ao fato que, mais do que beleza, em um escritório a durabilidade é fator determinante, já que redecorar o ambiente com frequência não está na lista de prioridades.

A tecnologia da indústria moveleira faz com que os móveis sejam produzidos ou em MDF (Medium Density Particleboard) ou MDP (Medium Density Fiberboard), sendo que ambos têm boa durabilidade, diferenciando-se apenas em pequenos detalhes. Por exemplo, para móveis de escritório planejados, por vezes o MDF é mais utilizado, pois permite a criação de acabamentos com estilo mais atemporal.

Isso não significa que um é melhor que o outro, sim que antes de adquirir móveis para escritório é preciso identificar o fornecedor que melhor trará soluções. Isso sem esquecer de ter em mente como cada material é fabricado e como os mesmos vão atender as suas necessidades. Para facilitar, nós da Prodis explicamos a diferença entre o MDF e o MDP. Confira.

MDP ou MDF qual o melhor para móveis de escritório

Móveis de escritório em MDP ou MDF?

O móvel em MDP, ou traduzindo para o português, Painel de Partículas de Média Densidade, tem como principal característica acabamento homogêneo, que confere grande estabilidade dimensional ao móvel, assim como uma superfície bem lisa e plana. Essas características permitem uma melhor aplicação de revestimentos decorativos, sejam as lâminas de madeira, vidros e demais itens que conferem um design diferenciado ao móvel.

Ele é fabricado com fibras de madeira, podendo ser de pinus ou eucalipto (todas de reflorestamento). Essas fibras são prensadas com resina sintética termofixa, que resulta em uma superfície de densidade mais maciça.

Já o móvel em MDF — Painel de Fibras de Média Densidade —, tem alta capacidade de usinagem, ou seja, é um material que pode ter um acabamento arredondado, ou seja, em projetos planejados 3D, é possível criar projetos mais únicos. Esse tipo de painel, por sua versatilidade, pode ser entalhado, pintado, envernizado, enfim, uma infinidade de possibilidades.

Anteriormente o MDP era associado as chapas de madeira de aglomerado, que com o passar dos anos começavam a esfarelas. Entretanto, a indústria moveleira foi capaz de desenvolver chapas de madeira em MDP com grande resistência à tração e flexão, baixa absorção de umidade e menor empenamento, ou seja, maior qualidade e durabilidade aos móveis de escritório e até mesmo residenciais.

Qualidade versus durabilidade

Os dois materiais têm como característica boa durabilidade, logo, no quesito qualidade seja qual foi a escolha, ambos vão corresponder as suas expectativas. Claro que cuidados com a manutenção ajudam na maior durabilidade desses móveis de escritório. Abaixo algumas dicas de limpeza e conservação dos móveis:

  • Para limpeza pesada feita a cada 15 dias, é indicado que se use uma mistura de água com detergente.
  • Tirar o pó diariamente evita o acumulo de sujeira e gordura;
  • Caso caia alguma coisa no móvel, no caso dos móveis de escritório água ou café, faça a secagem do local com papel toalha e finalize com um pano úmido, evitando o acumulo de gordura;
  • Use apoio de copos para evitar manchas;
  • Siga todas as orientações do fabricante de móveis quanto a limpeza e conservação do mesmo.

MDP OU MDF: QUAL O MELHOR PARA MÓVEIS DE ESCRITÓRIO?

Na Prodis presamos pela durabilidade, por isso nossos móveis de escritório são produzidos com painéis em MDF e MDP da Duratex. Ao desenvolver o projeto de seu escritório, nossos engenheiros vão analisar de forma minuciosa a real necessidade e agregar design e acabamentos, que atenderão as demandas de seu escritório. Isso sem deixar de lado a indicação da matéria prima que melhor se enquadrará ao projeto.

Tanto o móvel em MDF quanto o móvel em MDP podem ser usados na produção de móveis para escritório. Desta forma basta apenas analisar qual dos dois materiais trará o melhor custo versus benefícios.