Tendências de decoração para móveis de escritório

Um ambiente corporativo exige comodidade e tranquilidade, mas sem deixar o requinte de lado. Unir móveis com um design arrojado e seguindo as tendências do mercado, sempre priorizando as necessidades do cliente, é um desafio interessante. Essas tendências e novidades são acompanhadas por arquitetos, designers e empresas de fabricação própria de perto e se refletem na escolha dos móveis em um escritório.

Atualmente, é comum que os ambientes dosem o privado e o coletivo, fortalecendo a interação e comunicação coletiva, produzindo um visual atrativo não só para quem está na empresa no cotidiano, mas para os próprios clientes.

Veja algumas tendências em decoração de ambientes corporativos:

  • Ambientes mais abertos: deixar o local mais livre, sem muita divisão individual, é uma forma que as empresas têm encontrado para promover a interação internamente, a exemplo das estações de trabalho, que aumentam a eficiência da execução do trabalho com sua estrutura. A Prodis possui soluções perfeitas para essa finalidade, com plataformas de trabalho modernas e eficientes;
  • Sustentabilidade aliada aos móveis corporativos: a preocupação com o meio ambiente deve estar sempre presente na hora de se pensar na decoração de um espaço. Sustentabilidade é algo que nunca sai de moda. É nesse momento que é preciso aliar essa necessidade com a tecnologia e o design do escritório e trazer a ideia para a prática em seus móveis;
  • Móveis com formatos orgânicos: eles possuem uma ergonomia mais confortável, além de um design marcante, perfeito para os ambientes corporativos. Além disso os móveis ganham mais forma, curvas e fluidez;
  • Vintage: tendência há algum tempo, o vintage se mantém, ainda mais com as crises financeiras enfrentadas recentemente. É preciso saber renovar, reutilizar e reinventar os móveis, trazendo um ar de nostalgia. Mármore, cobre e cortiça continuam em alta;
  • Fluidez aliada à arte: A escolha de cores, texturas e estampas é sempre um desafio. É preciso entender a identidade do ambiente e priorizar a suavidade, sem tonalidades tão extravagantes e a fluidez do local de trabalho. As cores, especialmente, possuem grande impacto nas pessoas e em suas sensações, seja onde for, por isso precisam de uma atenção maior ao optar por uma paleta de cores. Ambientes mais despojados e criativos pedem cores mais vibrantes. Locais mais sérios e que precisam transmitir solidez pedem tons mais sóbrios;
  • União do retrô e da tecnologia: é fato que cada vez mais a tecnologia influencia diretamente o mundo ao nosso redor e se reflete em diversos ambientes, por consequência. Já o retrô tem sido usado aliado à modernidade em muitos projetos e continua sendo tendência quando falamos em móveis. Logo, juntar essas duas opções não poderia dar erro! Ideais desse tipo de utilização: retrô com a arte do pixel, formato que integra pontos digitais em sua construção, com um desenho ponto a ponto ou retrô com tipografia vintage, que trabalha com peças antigas e clássicas;
  • Combinação de materiais: trazer opções diferentes para a decoração de móveis do escritório pode ser positivo e otimizar o exercício do trabalho individual e em equipe. São mobiliários pensados justamente para o ambiente corporativo. É possível trabalhar com peças isoladas ou reunidas com a decoração do local e a tendência aponta para o aço inox, vidro, tecido, madeira e alumínio. A madeira, em especial, pode ser uma grande aliada e utilizada tanto em pisos quanto em paredes, divisórias acústicas ou peças de decoração no geral. Luminárias e quadros, por exemplo, também são ótimos para compor a harmonia do local, sem grandes exageros.

 

O importante é avaliar a identidade da empresa e adequar as tendências à ela, sem deixar o ideal do projeto de lado, proporcionando um bom local para se trabalhar e fazer negócios.